Conecte com a gente

🌎 Copa do Mundo 2018

Copa Tá na Súmula: Alemanha (Collar) vence Espanha (Giovanni) na prorrogação

Jogo terminou 4 a 3 para os alemães, em Kazan

Alemanha venceu a Espanha na prorrogação da Copa Tá na Súmula
Foto: Reprodução, Facebook Rádio Hincha

Foi melhor do que muitas partidas da Copa do Mundo 2018. Definitivamente, a “Copa Tá na Súmula” está pegando fogo. Nesta terça-feira (3), em partida válida pelas quartas-de-final na Arena Kazan, a Alemanha, do player Lucas Collar (Rádio Inferno), venceu a surpreendente Espanha, do comandante Giovanni Andrade (Tá na Súmula), por 4 a 3, na prorrogação, após empate em 3 a 3 no tempo normal.

O jogo foi eletrizante, e ao lado de Japão x Argentina, pode ser considerada a segunda melhor partida da competição. O primeiro tempo começou equilibrado, com as duas equipes criando, mas a Alemanha levando mais perigo à meta espanhola: além do gol marcado por Draxler, aos 25 minutos, Sané, no lance seguinte, acertou o travessão. A Espanha ameaçou sua adversária com boas jogadas de Iniesta e teve uma grande chance no último minuto da etapa inicial, quando Diego Costa invadiu a área e, livre, bateu torto, para fora.

No segundo tempo, a Alemanha voltou melhor. Aos 8 minutos, Khedira aproveitou bola sobrada de bate-rebate dentro da área e mandou uma bomba, que De Gea espalmou para dentro do gol: Alemanha 2 a 0. A reação foi imediata. A Espanha foi para cima, criou boas oportunidades e, em menos de três minutos, empatou o jogo, com Sérgio Ramos, aos 19 minutos, e Diego Costa, aos 21.  A Espanha ganhou moral, e de maneira impressionante, virou o jogo, aos 26, com outro golaço de Diego Costa, de fora da área, para a alegria do player Giovanni Andrade, e a incredulidade do comandante alemão, Lucas Collar. Porém, tinha tempo para mais emoções em uma das partidas mais eletrizantes da Copa do Mundo virtual da Rádio Hincha: aos 35 minutos do segundo tempo, Mesut Özil invadiu livre a área e deslocou De Gea: Alemanha 3 x 3 Espanha.

A partida foi para a prorrogação na Arena Kazan, e as duas equipes não abdicaram de jogar, nem mesmo no tempo extra. Aos 12 minutos do primeiro tempo, o atacante alemão Thomas Müller perdeu grande chance ao cabecear para fora, dentro da grande área de De Gea. Dois minutos depois, veio a resposta espanhola, em chutaço de Iniesta e grande defesa de Manuel Neuer. Na segunda etapa, o golpe fatal: aos 5 minutos, Marco Reus recebeu livre em contra-ataque e, sem goleiro, mandou para o gol. Placar final, Alemanha 4 x 3 Espanha, e um jogaço de bola.

Sob os gritos de é campeão, o comandante da Alemanha, Lucas Collar, falou sobre a suada vitória:

-Giovanni valorizou demais essa vitória. Graças a deus não fomos para os pênaltis. Temos muito a melhorar. Ah, e Marco Reus: me engravida.

O player espanhol Giovanni Andrade preferiu exaltar seu adversário:

-Eu pensava que iria ser goleado. Acho que pintou o campeão.

Considerados por muitos o principal candidato ao título da “Copa Tá na Súmula”, Lucas Collar e a sua Alemanha agora esperam pelo adversário da semifinal, que sairá do confronto entre Dinamarca, de Dimitri Barcellos (Rádio Inferno e Tá na Súmula), e Portugal, de Gabriel Lauxen (Rádio Pachola). As duas equipes entram em campo nesta quarta-feira (4), a partir das 18h, com transmissão da Rádio Hincha.

Qual a sua opinião?

Mais em 🌎 Copa do Mundo 2018