Conecte com a gente

🗞️ Alexandre Ernst

Alexandre Ernst: “O ponto final sobre Nilmar no Inter”

inter
Foto: Alexandre Lops, Inter

Enquanto o Inter treina em Atibaia de olho no retorno do Brasileirão, algumas informações fecham o ciclo e podem definir certos assuntos no Inter. A questão Nilmar é uma delas.

Recapitulando: Nilmar voltará a morar em Porto Alegre e está treinando em uma academia para manter a forma. Ele não atua em uma partida profissional há um ano. Houve, ainda, um encontro entre Roberto Melo e o atacante. Quando a direção do Inter buscou informações sobre o futuro do jogador – que completará 34 anos em 14 de julho.

Roberto Melo e a direção do Inter adoram o futebol de Nilmar. Vale lembrar que foi Marcelo Medeiros e Roberto Melo, quando dirigiam a pasta do futebol, em 2014, que repatriaram a joia revelada pelo clube nos anos 2000. Acontece que o Inter recorda bem das dificuldades encontradas pelo atacante naquele ano. Para entrar em forma. Para ter sequência. As dificuldades de adaptação a um futebol competitivo como o Brasileirão. Os problemas de lesão muscular…

Acontece que o Inter não tem tempo para esperar por Nilmar nesta temporada. E há uma questão essencial para a não-concretização do negócio: a indefinição sobre o que Nilmar pretende da carreira após um período em depressão. Mesmo conversando com o próprio Nilmar – e com pessoas próximas ao jogador – o sentimento é que o jogador irá encerrar sua carreira. Os dirigentes do Inter não enxergaram em Nilmar a vontade de seguir atuando em alto nível.

Por último, a questão do contrato de produtividade. Em entrevista ao Interligados (confere o canal da Rádio Inferno no YouTube), Roberto Melo deixou bem claro que contrato de produtividade “não é bem assim”. Completou o vice de futebol do Inter que “sempre há valores e acertos a serem feitos”. Ou seja: não se trata de estar livre no mercado e assinar. Haveria uma quantia a ser paga – luvas, comissões e afins -, ainda que pequena em relação às altas cifras do mercado.

Hoje, Nilmar está muito distante do Inter. E, talvez, até mesmo do futebol.

Qual a sua opinião?

Mais em 🗞️ Alexandre Ernst