Conecte com a gente

🇪🇪 Grêmio

Grêmio eliminado da Libertadores da América

O sonho do tetra foi interrompido com a derrota de 2 a 1 para o River Plate, na Arena

O Grêmio está fora da Libertadores da América 2018. Depois de estar na frente do placar até os 35 minutos do segundo tempo, o River Plate virou o jogo e venceu por 2 a 1. Os argentinos aguardam o adversário na grande final, que sai nesta quarta-feira (31) do confronto Palmeiras x Boca Juniors.

Mais uma vez sem Luan e Éverton – que estava no banco -, além de Kannemann, suspenso, Renato Portaluppi mandou a campo o mesmo time que da partida de ida, com a entrada de Paulo Miranda na defesa. Estava claro que seria um duelo duro para o Tricolor.

Os desfalques fizeram com o que o Grêmio adotasse uma estratégia diferente da qual está acostumado, especialmente na Arena, ou seja, ter a posse de bola. Em determinados momentos, o River Plate chegou a marca de 70% de controle. Mas o Tricolor resistiu e a esperança aumentou aos 34 minutos do primeiro tempo com o gol de Leonardo Gomes, que acertou um chute de fora da área sem chance para Armani.

No segundo tempo, os comandados de Renato voltaram melhor para o jogo. Éverton ingressou aos 8 minutos. Nos seus pés, aos 21 minutos, o lance que poderia ter mudado a história da semifinal. Depois de um passe de Cícero, o Cebolinha arrancou em direção ao gol e de frente para Armani finalizou em cima do argentino, que defendeu com a perna.

Quatro minutos mais tarde, o zagueiro Paulo Miranda, um dos melhores em campo, precisou ser substituído. Bressan entrou e logo no primeiro lance tomou um cartão amarelo. Assim como o Grêmio marcou na bola parada em Buenos Aires, o River Plate chegou ao empate também pelo alto. Aos 36 minutos com Borré.  O replay da televisão mostrou que a conclusão foi feita com o braço, porém, o árbitro em campo nem o de vídeo revisaram a jogada.

A igualidade ainda levava o Grêmio para a decisão da Libertadores da América. Pouco tempo depois de sofrer o primeiro gol, mais um golpe contra o Tricolor.  O juiz marcou toque de mão de Bressan dentro da área, depois de olhar no VAR. Pity converteu. Atrás no placar, depois de 15 minutos de acréscimo e com um a menos, apenas na bola parada veio a esperança do empate. Alisson, no entanto, cobrou mal para fácil da defesa do goleiro Armani.

A eliminação diante de 53 mil torcedores sem dúvida foi um duro golpe para todos os gremistas, que nutriram a real expectativa de se tornar o primeiro clube brasileiro com quatro títulos continentais. Mas a vida segue. E já no sábado, o time volta a campo para enfrentar o Atlético-MG, fora casa, pelo Campeonato Brasileiro.

Mais de 53 mil torcedores lotaram a Arena. Foto Lucas Uebel/Grêmio

Texto de Marcos Koboldt

 

Qual a sua opinião?

Mais em 🇪🇪 Grêmio