Conecte com a gente

🇲🇨 Inter

Inter estuda renovações de Odair e mais quatro jogadores

Mesmo com foco no Brasileiro, Inter observa contratos encerrando no fim do ano

Foto: Ricardo Duarte, Inter

Mesmo com o foco voltado para as últimas sete rodadas do Campeonato Brasileiro, onde o Inter ainda sonha com o título da competição nacional, o planejamento para o ano que vem já é trabalho pela chapa de situação, encabeçada pelo presidente Marcelo Medeiros, que tentará a reeleição. O principal foco está nos quatro atletas que estão com o contrato encerrando no final do ano: Fabiano, Leandro Damião, Wellington Silva e Rossi. Além deles, também a situação contratual de Odair Hellmann, que também tem o contrato encerrando em Dezembro de 2018.

As conversas sobre valores e tempo de contrato com o técnico Odair Hellmann ainda não aconteceu, mas é difícil imaginar que o atual técnico do Inter não permaneça para o ano que vem. Nos bastidores, membros da direção do Inter afirmam que o atual comandante do Inter só não renova o contrato se não quiser. Dessa forma, a tendência é que as conversas aconteçam ao final do Brasileirão e que Odair fique no clube por, pelo menos, mais um ano.

Outro jogador que chegou a abrir negociações para permanecer no Beira-Rio em 2019 é o centroavante Leandro Damião. O camisa 9, que tem contrato de empréstimo junto ao Santos encerrando no fim do ano, já marcou cinco vezes no Brasileirão e é considerado peça importante do grupo. Porém, por conta da reta final do Campeonato Brasileiro, as conversas estão estagnadas e só devem ser retomadas ao fim da competição. O centroavante tem contrato encerrando com o Santos também no fim do ano e, sendo assim, será um jogador livre no mercado.

O lateral-direito Fabiano, emprestado pelo Palmeiras, é outro que tem boas chances de permanecer. Mesmo que tenha falhado contra o Santos, no empate em 2 a 2 no Beira-Rio, que afastou o Colorado da luta pelo título nacional, Fabiano é considerado peça importante, visto que tomou a titularidade de Zeca, contratado para solucionar os problemas do lado direito. O lateral está emprestado até Dezembro e possui passe fixado para que o Inter exerça o direito de compra junto ao clube paulista, o que deve acontecer também no final da temporada.

Por outro lado, Wellington Silva, emprestado pelo Fluminense, tem situação indefinida. Peça constante nos últimos jogos e participando de gols, o atacante é um grande ponto de interrogação pelas inúmeras lesões que teve durante o ano que impediram uma sequência. Porém, o atual departamento de futebol acredita se tratar de um atleta interessante, com característica pouco usuais no Brasil como o drible, velocidade e bom arremate. Não está descartado que o Inter tente um novo empréstimo junto aos cariocas, mas a compra definitiva não deve acontecer.

Por fim, o atacante Rossi, emprestado pelo Shenzen, da China, vive situação parecida com Wellington Silva. A grande chance de permanência no ano que vem, é uma nova tentativa de empréstimo junto ao clube chinês, dado os altos valores que seriam envolvidos em uma transação de compra. Rossi é considerado importante, visto que é sempre uma das primeiras opções do técnico Odair para mudar o jogo e, até mesmo, como titular na ausência de peças como Pottker e Damião. Outro ponto analisado na permanência de Rossi é o fato de nomes da base como Richard e Bruno José, que exercem funções parecidas, pedirem passagem e receberem mais oportunidades em 2019.

Qual a sua opinião?

Mais em 🇲🇨 Inter