Conecte com a gente

🇲🇨 Inter

Inter sai na frente, mas sofre virada para a Chapecoense

Equipe colorada abusou de erros e foi batida na Arena Condá, perdendo a ponta do Campeonato Brasileiro

Foto: Ricardo Duarte, Sport Club Internacional

Má atuação, displicência e derrota. Em mais uma ida até a Arena Condá, o Inter foi derrotado pela Chapecoense pelo placar de 2 a 1 e perdeu a liderança do Brasileirão. A equipe colorada saiu na frente com Nico López, de pênalti, mas dois gols de Leandro Pereira decretaram a virada catarinense. O Inter ainda teve a chance de empatar em pênalti nos acréscimos da segunda etapa, mas Leandro Damião desperdiçou. Sem Rodrigo Dourado, a entrada de Gabriel Dias foi a única mudança promovida por Odair Hellmann na partida.

O começo de jogo foi bastante estudado por parte das duas equipes. Entretanto, o Inter é que tomou as iniciativas de buscar ao ataque. Logo no primeiro minuto, Nico López recebeu pela direita e cortou para dentro, mas finalizou na rede pelo lado de fora. O uruguaio foi bastante acionado no princípio de jogo, tendo outras duas oportunidades de chegar ao gol. Na primeira, o assistente marcou impedimento inexistente. Depois, o lançamento de Edenílson saiu forte, impedindo o domínio.

Além da busca pelo gol, a partida começou com muitos cartões. Pelo lado da Chapecoense, Doffo recebeu amarelo ainda antes dos 05 minutos. No time colorado, Patrick e Cuesta foram amarelados. O zagueiro, inclusive, recebeu o terceiro amarelo e fica de fora do confronto contra o Corinthians, no próximo domingo.

O Inter sofria com a pressão da Chapecoense, que rondava a área colorada com perigo. Isso até William Pottker ser lançado, invadir a área e ser derrubado por Jandrei. Pênalti marcado por Wagner do Nascimento Magalhães e muita reclamação por parte dos catarinenses. Na cobrança, Nico López deslocou Jandrei e abriu o placar para o Inter.

O gol não intimidou a Chapecoense, que foi para o ataque. Aos 32, após sequência de escanteios, Diego Torres teve oportunidade em falta marcada na meia-lua da grande área colorada. O meia cobrou na trave de Marcelo Lomba. Cinco minutos depois, a pressão deu resultado. Após cruzamento de Eduardo, Leandro Pereira completou de cabeça para empatar a partida.

As duas equipes voltaram sem mudanças para a segunda etapa, e o jogo ficava cada vez mais franco. A Chapecoense arriscava como podia, mas a primeira chance de gol efetiva após o intervalo foi do Inter. Jonatan Alvez recebeu em velocidade e invadiu a área sozinho, mas finalizou fraco para a defesa de Jandrei.

No decorrer do segundo tempo, Leandro Damião e D’Alessandro ingressaram no time, mas pouco fizeram. O Inter não produzia nada ofensivamente. A Chapecoense, por sua vez, era toda ataque. E aos 36, o balde de água fria. Após finalização, a bola pegou na mão de Victor Cuesta e o árbitro marcou a penalidade. Ainda, expulsou o zagueiro colorado. Na cobrança, Leandro Pereira consolidou a virada catarinense.

Aos 48, um sopro de esperança. Após levantamento na área, Leandro Damião foi empurrado e o árbitro marcou o pênalti. O próprio camisa 9 foi para a cobrança, mas bateu com displicência para Jandrei defender. Logo depois, Leandro Damião teve mais uma oportunidade, mas Jandrei salvou com o pé, garantindo a vitória para a Chapecoense.

Agora, o Inter volta a campo no domingo, contra o Corinthians em São Paulo. Sem Victor Cuesta, os comandados de Odair Hellmann tentarão recuperar a liderança do Brasileirão.

Qual a sua opinião?

Mais em 🇲🇨 Inter