Conecte com a gente

🇲🇨 Inter

Inter vai ao Rio de Janeiro acompanhado de investidor para buscar Guerrero

A estratégia já está montada, a oferta alinhavada e uma reunião na tarde desta quarta-feira deve definir a questão entre Inter e Paolo Guerrero. O encontro, marcado para Porto Alegre, teve seu local transferido para a capital carioca, quando Marcelo Medeiros, Rodrigo Caetano, representantes de Delcir Sonda e o estafe do peruano buscarão um desfecho para o futuro do atacante.

Guerrero sequer foi relacionado pelo Flamengo para a partida desta noite, no Maracanã, contra o Cruzeiro. Com vínculo a encerrar dia 10, não vestirá mais a camisa rubro-negra. Nesta temporada, por conta da suspensão por doping, o centroavante atuou sete vezes e marcou um gol.

O Inter acredita que os três anos de contrato, mais luvas e um salário na casa dos R$ 500 mil mensais seduzirão Guerrero. O valor é inferior ao que o atacante da seleção peruana recebe na Gávea – um pouco acima do R$ 1 milhão. Mas a diluição das luvas, mais bonificações por jogos, gols, títulos e vagas em competições internacionais devem seduzir o atleta. Somadas, as cifras aumentariam para R$ 800 mil a cada 30 dias.

Paolo Guerrero começou a carreira nas categorias de base do Alianza Lima e teve uma rápida passagem pelo elenco profissional. Ainda jovem, se mudou para o Bayern de Munique. Na Alemanha, onde morou entre 2002 e 2012, também passou pelo Hamburgo.

O atacante chegou ao Corinthians em 2012 para reforçar a equipe no Mundial de Clubes. Brilhou ao fazer o gol do título sobre o Chelsea. Pelo Flamengo, fez 112 partidas e marcou 43 gols. Conquistou o Carioca de 2017.

Qual a sua opinião?

Mais em 🇲🇨 Inter