Conecte com a gente

🗞️ Juliano Britto

Juliano Britto: ”Luan, Lazio e a aposentadoria”

Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Entra ano e sai ano Luan tem o nome especulado em clubes Europeus. Liverpool, Sampdoria, New Castle, Spartak Moscou e agora, Lazio. O ”Rei da América” talvez seja um dos jogadores mais valorizados atualmente no cenário continental. Todos queriam ter Luan no time. Um jogador letal. O cara que decide final de Libertadores, clássicos contra o maior rival e é protagonista em título histórico de Olimpíada certamente desperta interesse de grandes clubes fora do país.

A cada janela de transferências que abre, a dúvida paira nos corredores da Arena: ”Luan será vendido?” Lá se vão 4 anos de Grêmio. Títulos, ídolo e liderança técnica do time, o maior artilheiro da história recente da Arena não tem motivos para sair daqui. Luan tem um dos maiores salários do elenco gremista e vida estabilizada em Porto Alegre. Sócio em um restaurante da capital e com casa recém comprada (e ainda não mobiliada), Luan pode encontrar na Europa um cenário desfavorável. Todos os times listados acima não disputam competições em alto nível na Europa. No Grêmio, o craque gremista estará sempre ”na crista da onda”, disputando Brasileiro, Copa do Brasil e Libertadores sempre com o objetivo de entrar nas competições para mirar o topo.

Surgiu esta semana um forte rumor de que Luan estaria sendo seduzido por uma proposta de 15 milhões de Euros da Lazio da Itália. Também esta semana, surge a informação de que o Spartak Moscou estaria disposto a pagar 20 milhões de Euros pelo craque. Conversei com pessoas ligadas ao jogador, à Lazio e ao Spartak. Existem sondagens, sondagens, sondagens e mais sondagens. Nada de concreto. O que se fala muito é que a idade de Luan (26 anos) seria um dos motivos que o desvaloriza no cenário Europeu. Os clubes na Europa investem em atletas jovens e que teriam mercado no próprio continente caso sejam destaques já na primeira temporada.

Adaptação, cobrança, incertezas. Luan aqui no Brasil pode ainda tentar disputar a próxima Copa. Mais maduro e com 30 anos, talvez o técnico da seleção brasileira em 2022 tenha a sensibilidade de contar com o futebol de um dos jogadores mais valiosos da América. Luan tem o carinho, respeito, paciência e admiração da torcida gremista, já na Europa, não sabemos o que pode acontecer.

Enquanto a tal proposta não chega, o tempo passa e a gente tem o privilégio de ver desfilar em solo gaúcho, um dos grandes jogadores que o imortal tricolor ajudou a formar. Dica de amigo e fã: fica por aqui Luan. Segue teu plano de carreira. Qualquer gremista gostaria de estar na tua pele. Grana, vida boa, status de ídolo e poder defender as cores do Grêmio. Existe vida melhor?

Qual a sua opinião?

Mais em 🗞️ Juliano Britto