Conecte com a gente

🇲🇨 Inter

Recheado de novidades, Odair esboça Inter para enfrentar o Paraná

Sem grandes pretensões no Brasileirão, Inter preservará titulares contra o Paraná

Foto: Everton Pereira, Rádio Inferno

O Inter não deve ter grande parte dos seus titulares contra o Paraná, na última rodada do Campeonato Brasileiro, em Curitiba. Para o confronto que vale a melhor campanha da história do clube na era dos pontos corridos, o técnico Odair Hellmann deve ter um time misto, recheado de jogadores reservas. Além disso, o comandante colorado não deve contar com quatro jogadores que não treinaram durante a semana e, possivelmente, nem viajarão para o Paraná.

Os desfalques devem ficar por conta de Leandro Damião, que segue com problema muscular na coxa, Rodrigo Dourado, com forte dores no pé, além do lateral-direito Fabiano e do atacante William Pottker, que também não treinaram e devem ficar de fora até da última viagem do ano. Outro desfalque também deve ficar por conta do lateral-direito Zeca, que tem problema no tornozelo e não figurou em nenhum momento no treino desta sexta-feira.

Sendo assim, o time terá algumas novidades e a presença de diversos jogadores que foram reservas durante grande parte da temporada. Na lateral-direita, Gabriel Dias receberá uma oportunidade de forma improvisada. Na esquerda, Uendel terá nova chance, a segunda no Campeonato Brasileiro.

Sem Dourado, Charles começará ao jogo ao lado de Juan Alano. Wellington Silva, que ficou de fora dos dois últimos jogos por suspensão e problema contratual, também receberá uma chance, enquanto aguarda desfecho da negociação entre Inter e Fluminense para uma possível permanência no ano que vem.

O provável time do Inter que trabalhou nesta sexta-feira teve: Marcelo Lomba; Gabriel Dias, Rodrigo Moledo, Victor Cuesta e Uendel; Charles, Juan Alano, Camilo, Rossi e Wellington Silva; Jonatan Alvez.

No time reserva, algumas novidades importantes também. O volante Rithely, que tem situação indefinida para o ano que vem, treinou normalmente ao lado de Patrick no meio-campo. Martín Sarrafiore também trabalhou ao lado de D’Alessandro e Nonato no meio-campo com Nico López sendo a referência. O time reserva teve: Daniel; Edenílson, Klaus, Emerson Santos e Iago; Rithely, Patrick, Nonato, D’Alessandro e Sarrafiore; Nico López.

 

Qual a sua opinião?

Mais em 🇲🇨 Inter