Conecte com a gente

🌎 Copa do Mundo 2018

Reportagem liga CBFTV à Operação Lava Jato

Matéria da Agência Sportlight apresenta informações obscuras sobre produtora de vídeos da Seleção Brasileira

Foto: Reprodução / Arquivo Pessoal

Em um trabalho de jornalismo investigativo desempenhado pelo repórter, Lúcio de Castro, a Agência Sportlight divulgou conexões da produtora dos vídeos da CBFTV, a Mowa Sports com escândalos de corrupção no Brasil. A ligação está na figura dos sócios da empresa, Gregório Marín Preciado e Gregório Marin Júnior, além dobraço direito de Ricardo Teixeira, Mário Rosa. Todos deixaram a sociedade conforme avançavam fases importantes da Lava Jato e outras operações similares. Preciado foi apontado como o responsável pela distribuição de propina do episódio da refinaria de Pasadena. Já Mário Rosa foi alvo da Operação Acrônimo, que apurava sobre um esquema de lavagem de dinheiro em campanhas eleitorais.

A matéria completa para leitura está no link: https://bit.ly/2HNbMHP

Qual a sua opinião?

Mais em 🌎 Copa do Mundo 2018