Conecte com a gente

📰 Colunistas

Thiago Suman: Não me acordem

foto:Divulgação/Inter

Eu tive um sonho essa noite: Tinha caminhão dos bombeiros, um senhor grisalho de óculos sendo erguido pelo povo, esse mesmo povo marchando pelas ruas de Porto Alegre com uniformes vermelhos de combate. Um homem platinado dando voadoras até na sombra, um argentino elegante de cabelo lambido sorrindo, um homem baixinho comedor de gelo correndo sem camisa e sem direção, um outro com cara de super herói e jeito de pantera sendo ovacionado. Muitas lágrimas, tinha gente chorando, sorrindo, sorrindo e chorando. Tinha um magrão de luvas e roupa amarela, cara de padre e que rezava sozinho no canto. Tinha um gringo cabeçudo com um objeto sagrado. Parecia ser uma taça. Seria o Santo Graal? Tinha um moleque com cara de guri que faz engenharia na UFRGS com uma faixa no braço e um C no meio da faixa e um senhor grisalho de terno de mangas arremangadas que falava palavrão e estava meio ébrio. Do nada pintava um índio e um gordão com cabelo enrolado e cara de havaiano de filme do Adam Sandler. Tinha uma nação na beira do rio e uma roda de oração em torno de uma estátua dourada de homem um cabeludo. Tinha felicidade. Verdade. E paz.

Não me acordem.

Qual a sua opinião?

Mais em 📰 Colunistas