Conecte com a gente

🗞️ Wagner Jung

Wagner Jung: “O Celeiro de Ases volta a brilhar e uma reflexão é necessária”

Foto: Alexandre Lops - SC Internacional
Foto: Alexandre Lops - SC Internacional

Não é de agora que o Inter é reconhecido como uma das maiores fabrica de craques do Brasil. A volta do técnico campeão com o colorado de 2008 dá novamente o status ao Inter, embora as convocações antigas também lembrassem dos colorados . De fato, essa vez foi diferente. Alisson, o goleiro que até ontem estava no Gigante, foi convocado para ser o titular absoluto embaixo dos arcos e mais que isso, com a confiança de Tite, que não baixou a guarda pela aclamação paulista por Cassio. Tudo bem, vamos avaliar aqui também que Cássio foi convocado, só que para ser o terceiro goleiro.

Mas a principal surpresa foi a presença de Fred, o nosso Fredinho, que foi lançado por Fernandão e que veio contratado para a base oriundo do Atlético Mineiro. O jogador passou por uma batalha gigantesca para estar entre os selecionados, tendo em vista uma grande suspensão por doping que lhe tirou muitas convocações. De certa forma, Fernandão tem participação nisso, já que é dele a confiança que tirou o guri da base colorada e colocou de titular absoluto do Inter.

Outro que apareceu na convocação do técnico que deixou a taça da Sul-Americana no armário colorado foi Taison. O guri de Pelotas tem extrema confiança de Tite e chega como uma carta coringa, podendo fazer funções diversificadas do meio pra frente. Ainda não sabemos se é melhor que Messi, mas se o Brasil pegar a Argentina na Copa do Mundo, o embate vai ser no mínimo curioso e certamente uma chuva de “memes” caso o ex-Inter faça um gol.

O fato é que o Celeiro de Ases volta ao seu protagonismo entre os selecionáveis e isso nos faz ter um pensamento mais amplo da nossa atual situação. O Inter vem há um tempo desvalorizando seus meninos, sempre buscando jogadores de outro país ou de clubes de menor expressão, ao invés de valorizar o “nosso”. O próprio Alisson, que deslancha em 2015 é obrigado a viver uma sobra de Dida, que praticamente estava aposentado ao chegar no Beira-Rio. Esse sendo somente mais um exemplo de como os meninos são subaproveitados e muitas vezes até saindo do Inter para brilhar em outro lugar.

Alisson, Fred e Taison agora são alvos de gigantes europeus para contratações no mercado do velho continente. Isso vai gerar uma renda absurda ao Inter, alguns milhões para ser mais específico. Então o que vale mais? Importar jogadores ou investir nos nossos? A resposta está na sua frente, basta ver.

Qual a sua opinião?

Mais em 🗞️ Wagner Jung